Dobra número de empresas "inteligentes"
Estudo revela crescimento de investimentos em IoT e maior intercâmbio de dados em tempo real
6 Novembro 2018  |  12:01h
A - A +
Data:
Cidade:
Vanderlei Ferreira
A Zebra Technologies anunciou os resultados da segunda edição do estudo anual "Índice de Inteligência Empresarial", pesquisa global que mede o ponto onde as companhias estão no caminho de se tornarem "inteligentes" - aquelas que conectam o mundo físico ao digital para impulsionar a inovação por meio de decisões em tempo real, ambientes baseados em dados e fluxos de trabalho colaborativo móveis. O número de empresas que se enquadram nessa categoria, com mais de 75 pontos no índice geral, dobrou em 2018 em relação ao ano anterior, passando de 5% para 11%..

Já as empresas que caminham para ser "inteligente", obtendo uma pontuação entre 50-75 pontos no índice, ficou estável indo de 48% para 49%. Com isso, as empresas que usam a metade da "inteligência", com pontuação entre 25-50 caiu de 47% para 40%.

"Como a tecnologia continua a transformar os negócios, a orientação oferecida pela disponibilidade de dados em tempo real, no âmbito das operações, capacita melhor os trabalhadores da primeira linha, com as informações corretas, de forma a otimizar ações e resultados ", diz Vanderlei Ferreira, diretor de vendas da Zebra Technologies Brasil. "Com base em nosso segundo índice de inteligência, fica claro que as empresas já reconhecem o valor de aproveitar estratégias que se alavancam no IoT e continuarão motivando seu investimento e adoção no futuro."

PRINCIPAIS CONCLUSÕES
- O investimento em IoT aumenta e a resistência à adoção diminui. O índice revela que, para as empresas pesquisadas, o investimento médio anual em IoT aumentou 4% em todo o mundo e 86% deles esperam que esse número cresça em um ou dois anos, prevendo um aumento de aproximadamente 11% a 20%. À medida que os trabalhadores se tornam mais receptivos às novas tecnologias, o número de empresas que sentem alguma resistência em relação ao progresso de seus planos de IoT caiu de 75% para 64% em relação a 2017. No caso da América Latina, 91% das empresas participantes do estudo têm expectativa de crescimento do investimento em IoT no mesmo nível e 76% esperam uma diminuição na resistência.

- As empresas estão capturando sua vantagem competitiva com endereçamento em tempo real. 52% das organizações em todo o mundo e 50% na América Latina dizem compartilhar as informações obtidas de suas soluções de IoT com seus funcionários em tempo real ou quase em tempo real. Isso representa um aumento próximo de 37% em relação à pesquisa de 2017, o que demonstra a crescente necessidade de fluxos de trabalho colaborativos móveis. Além disso, quase três quartos (72%) das empresas latino-americanas pesquisadas, estabeleceram um plano para organizar e analisar dados. Fatores como a análise de informações em tempo real e a segurança foram relatados como os elementos mais importantes para o plano de gerenciamento de dados de uma empresa, com 71% e 75%, respectivamente.

- Segurança é a prioridade mais importante para as empresas. As empresas estão adotando uma abordagem muito mais proativa e abrangente quando se trata de adotar padrões de segurança em suas soluções de IoT. O estudo revelou um aumento de 18% no número de empresas que constantemente monitoram a segurança de sua IoT para garantir privacidade e integridade em seus negócios. Para a América Latina, esse número aumentou em 16%.

- As empresas estão demonstrando maior confiança nos ecossistemas de soluções. 40% das empresas no mundo relataram usar um parceiro estratégico para gerenciar todo o seu ecossistema de IoT, crescendo 7% em relação ao ano passado. Na América Latina, esse número também aumentou para 31% das empresas que possuem um provedor que as apoia na gestão. Essa dependência dos especialistas em gerenciamento de processos da IoT, como a plataforma Savanna da Zebra, é um indicador importante do compromisso de uma empresa em acelerar sua inteligência de dados e adotar um sistema IoT.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário