Stop Hunger bate recorde de arrecadação
Com mais de 133 toneladas de alimentos, maratona de voluntariado supera em 89% a ação do ano anterior
30 Junho 2017  |  12:29h
A - A +
Data:
Cidade:
Fernando Cosenza
O Instituto Stop Hunger, criado e mantido pela Sodexo no Brasil com o objetivo de combater a fome e a má nutrição, anunciar o resultado recorde de sua 9ª maratona de voluntariado para arrecadação de alimentos, a Servathon 2017. A iniciativa, que aconteceu entre 3 de abril e 31 de maio, envolveu mais de 10 mil voluntários, que somaram 35.578 horas de trabalho para arrecadar 133,3 toneladas de alimentos e beneficiar 135 instituições de diversas regiões do país. O volume representa um crescimento de 89% em comparação ao ano anterior, além de ser a maior arrecadação desde que a iniciativa foi criada em 2009.

"Estamos muito felizes em anunciar este resultado histórico. Agradecemos a todos os voluntários e empresas parceiras que nos ajudaram a arrecadar uma quantidade de alimento equivalente a mais de 245 mil refeições prontas, e que foi doada para as instituições beneficiadas. Este resultado fortalece ainda mais nossa missão de combater a fome e a má nutrição", destaca Fernando Cosenza, presidente do Instituto Stop Hunger no Brasil.

Nesta edição, a Servathon contou com o apoio de 310 parceiros por todo o país, entre eles o Banco Daycoval, instituição financeira sediada em São Paulo, que arrecadou 11 toneladas de alimentos não perecíveis para a campanha deste ano. De acordo com a gerente de marketing do banco, Andreia Flores, o Daycoval já participava da campanha e nos últimos anos doou quantidades entre 500 e 700 quilos de alimentos. No entanto, em 2017, a meta era realmente fazer a diferença. "Fomos muito além e fizemos uma Competição do Bem entre os colaboradores. Tudo começou com um pacotinho com 20 feijões deixado na mesa de cada colaborador com um convite para fazer a diferença, doando o quanto pudesse para a Servathon 2017. Além da competição, o que mais impressionou foi o espírito solidário de todos. Claro que todo mundo queria ganhar, mas era claro no olhar de cada um que o mais importante era ajudar a quem precisa", finaliza.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário