PepsiCo lança Ready to Return no Brasil
Programa é focado em mulheres que tenham parado de trabalhar por no mínimo dois anos
12 Junho 2018  |  17:10h
Data:
Cidade:
Voltar a trabalhar após longos períodos de afastamento nunca é fácil, independentemente da área ou do motivo que manteve o profissional fora do mercado. Foi pensando em proporcionar novas oportunidades a mulheres que passam por essa situação que a PepsiCo criou o programa Ready to Return, iniciativa global com foco em profissionais experientes que pausaram as carreiras por um período maior a dois anos para se dedicar aos filhos, acompanhar os cônjuges em mudanças de cidade ou país, ou em decorrência de problemas de saúde e da realização de projetos pessoais.

Lançada nos Estados Unidos em 2017, a novidade está chegando ao Brasil neste ano, em forma de projeto piloto. Maurício Pordomingo, vice-presidente de Recursos Humanos da PepsiCo, conta que, nesta primeira edição do programa, a PepsiCo vai oferecer vagas nas áreas de RH, finanças, operações e vendas para posições de liderança. "O programa está alinhado à nossa estratégia de inovar no recrutamento para identificar novos talentos diversos. Vamos dar a essas profissionais a chance de atuar em projetos de grande relevância e impacto para os resultados da companhia", afirma o executivo.

O programa oferece às candidatas permanência de 10 semanas na companhia com o salário e benefícios do cargo ocupado. As selecionadas trabalharão em projetos relacionados às suas áreas de expertise, com direito a mentoria, treinamentos e imersões para atualização e capacitação. "Elas podem permanecer na PepsiCo após a conclusão do programa. Mesmo que não continuem na companhia, elas sairão daqui mais preparadas para disputar uma posição em outras empresas", acredita. "Queremos atrair mulheres com experiência em suas áreas de atuação, que possam trazer energia renovada e novos olhares sobre os desafios atuais do mercado. Essa iniciativa é resultado de uma cultura organizacional que entende que a diversidade traz resultados positivos para o negócio", completa.
Fonte:
Tags: