Clientes estão pesquisando o dobro
Quantidade de visitas à lojas online, antes de efetuar compra, cresce 140% nos últimos dois anos
19 Julho 2017  |  12:46h
A - A +
Data:
Cidade:
Antônio Miranda
Uma das principais vantagens de fazer compras online é poder pesquisar os preços dos produtos em diversas lojas, com a comodidade de não precisar se deslocar de um lugar para outro à procura de descontos. E, em tempos de crise, os usuários do e-commerce têm aproveitado, cada vez mais, esse benefício. É o que aponta pesquisa realizada pelo Cuponomia. Nos últimos dois anos, o número de pesquisas feitas pelos consumidores brasileiros, antes de concluir uma compra, mais que dobrou.

No primeiro semestre deste ano, o número de visitas a lojas onlines por usuário, antes de efetuar a transação, cresceu 140%, em relação ao mesmo período de 2015. "Com a crise econômica instalada no país, o consumidor tem dedicado mais tempo para pesquisar preços e buscar alternativas para economizar, sem precisar abrir mão da compra", afirma Antônio Miranda, CEO do Cuponomia.

De acordo com o site, o número de cupons de desconto utilizados pelos usuários para compras online também cresceu 50% nos últimos dois anos. Já o faturamento de vendas geradas para o e-commerce à partir do mercado de cupons passou de R$ 300 milhões, em 2015, para R$ 500 milhões, em 2016.

Considerando a quantidade de compras realizadas no e-commerce no país por região, os moradores das regiões Sudeste e Nordeste estão entre os brasileiros que mais utilizaram cupons de desconto no último ano - figurando entre os consumidores que mais "pechincham" nas compras online - seguidos pelas regiões Sul, Centro Oeste e Norte, respectivamente.

A preferência entre os produtos adquiridos também varia de acordo com a região. A busca por cupons para produtos de moda e acessórios, por exemplo, é 85% maior entre os consumidores do Sul do que na região Norte e 23% a mais do que na região Sudeste. Já para produtos de Beleza e Maquiagem, a procura é duas vezes maior entre os consumidores do e-commerce na região Sul do que na região Sudeste e 29% maior no Centro Oeste do que entre os moradores do Nordeste.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário